REMAPEAR AS MARGENS:

HIPSOGRAFIA DO CENTRO

Francisco Ascensão, Beatriz Chaves, Joana Dionísio, Francesca Faulin, Pedro Malheiro, Maria João Salgado, Sandra Teixeira, Carlos Trancoso e Sandra Valle.

Curador: Vítor Nieves
Produção: António Pedrosa – IPCI (Instituto de Produção Cultural e Imagem)
 
Fábrica do Matias | Amarante
no âmbito do f/est Amarante
27 de Maio a 3 de Jullho de 2022

Esta exposição é realizada a convite do festival de fotografia f/est Amarante que, nesta segunda edição, acontece sob o tema «Refotografar».

Quando nos anos noventa se prognostica a morte da fotografia por parte de pensadores como Robins, Manovich ou Mitchell, ainda faltava muito tempo para vermos as mudanças nas gramáticas e conceitos, nas formas e nos fundos do meio, mas tudo indicava que haveria um novo paradigma que nos levaria a um exercício colectivo para repensarmos a fotografia.

Começa devagar um período sem paralelo, porventura o mais importante da história da fotografia, no qual autores e autoras de todo o mundo iriam reagir perante o academismo estabelecido e, em consequência, reflectir para recomeçar os caminhos da imagem que estavam quase esgotados, para se distanciarem da ideia de captura e acumulação e se aprofundarem no conceito. Reutilizar imagens feitas e refotografar será, desde então, uma constante para resignificar a nossa visão e estada aqui.

No percurso pela antiga Fábrica do Matias criam-se através das diferentes propostas dos e das artistas, trânsitos entre o pessoal e o político, dificultando a distinção entre o que é estritamente um ou exclusivamente o outro. Isto lembra-nos a conhecida palavra de ordem «o pessoal é político», frase que se popularizou a partir do ano 70 depois da publicação do ensaio «The Personal Is Political», de Carol Hanisch, que, igual ao que acontece nesta exposição, procura destacar as conexões entre a experiência pessoal e as grandes estruturas sociais e políticas. Em suma,  pelos discursos individuais que remapeiam as margens, chegamos a um discurso global que reequilibra e hipsografa um novo centro.

Vítor Nieves. Curador da exposição.


Ficha técnica
Coordenador de produção: António Pedrosa
Produção: Instituto de Produção Cultural e Imagem
Impressão: Lumen, Casa dos Reclamos, IPCI e artistas
Emoldurado: Moldarte e Arte em Acção
Direcção de montagem: Vítor Nieves e António Pedrosa
Montagem: IPCI e Câmara Municipal de Amarante
Documentação: Henrique Amendola, Daniel Estrela Amador e IPCI
Revisão de textos: Sérgio Rodrigues
Design: Leonor Brochado
Comunicação: f/est Amarante e IPCI
Esta web utiliza cookies. Podes ver a política de cookies. Se continúas navegando estás a aceptala!    VER
Privacidad